sexta-feira, 22 de julho de 2011

Metal e sua Santidade - Liberdade!

 http://1.bp.blogspot.com/_Igbu2bdXuwY/TSUXKj6TOlI/AAAAAAAAAao/VHEH3rbbnjI/s1600/3094liberdade.jpg

Hail a todos!
Eis minha pessoa aqui agora, Mr. Tavar, para explicar melhor as virtudes do santo Metal e mostrar porque dele ser tão amado e ao mesmo tempo odiado por tantos.
Primeiramente, devemos nos lembrar que o Metal surgiu do Rock. Lembremos portanto do que o Rock representou.
Não meu caro amigo, não representou apenas a música da moda dos anos 60 com Jimi Hendrix & Cia. no topo e o simpático movimento Hippie, não meus caros amigos.
O nosso velho amigo Rock representou rebeldia, quebra de paradigmas e preconceitos!

É isso aí! Sexo, Dorgas e Rock N' Roll!!!
http://2.bp.blogspot.com/_VvElXfFnoFQ/TMmYe2ztDRI/AAAAAAAAADU/XZT-nDmhyy8/s1600/hippie_fumando.jpg 

Ótimo, destaquemos agora a rebeldia: 
Quando falo de rebeldia, não me refiro a rebeldia sem causa idiota de adolescentes acéfalos que fazem de tudo para chamar a atenção. O Mr. Tavar se refere ao não conformismo em relação aos padrões da sociedade e ao descontentamento com as falhas do sistema. Devemos lembrar que nos anos 60, a sociedade era extremamente conservadora, portanto não era preciso muita coisa para fugir dos padrões.
O Rock exaltava muito a questão da liberdade e de viver da melhor maneira possível, pouco se importando com a reação do resto da sociedade.
A liberdade, doce liberdade, tão almejada liberdade...
Porém, que fique claro que quando Mr. Tavar fala de liberdade, se refere ao seus todos significados, a liberdade em todos os sentidos.
Agora voltemos para o Metal. No nosso amado Metal, os conceitos de liberdade, rebeldia, não conformismo, descontentamento com o sistema e a sociedade são aprofundados e explorados, portanto, podemos encontrar incorporado ao seu conteúdo lírico sabias palavras que nos fazem refletir sobre nossa situação e que tem o poder de mudar drasticamente o nosso modo de pensar. Ressalto que Mr. Tavar fala por experiência própria.

Analisemos portanto a belíssima música e sua letra para entender melhor o que Mr. Tavar quer dizer:



  

Tradução:

Eu Quero Sair
Desde que nossas vidas começam
Somos empurrados para pequenas formas
Ninguém nos pergunta como gostaríamos de ser
Na escola eles te ensinam o que pensar
Mas todos dizem coisas diferentes
Mas estão todos convencidos
De que eles são os únicos a ver

Então eles continuam falando e nunca param
E a certo ponto você desiste
E a única coisa que restou para pensar é isso

Eu quero sair - para viver minha vida sozinho
Eu quero sair - me deixe ser
Eu quero sair - para fazer coisas do meu jeito
Eu quero sair - para viver minha vida e ser livre

As pessoas me dizem A e B
Eles dizem como eu devo ver
As coisas que já me são claras
Então me empurram de um lado para o outro
Eles me levam do preto ao branco
Me empurram até que não haja nada para ouvir

Mas não me abusem demais
Calem a boca e saiam daqui
Porque eu decido de que jeito as coisas vão ser

Eu quero sair - para viver minha vida sozinho
Eu quero sair - me deixe ser
Eu quero sair - para fazer coisas do meu jeito
Eu quero sair - para viver minha vida e ser livre

Há um milhão de jeitos de ver as coisas na vida
Um milhão de jeitos de ser um idiota
No final, nenhum de nós está certo
As vezes nós precisamos ficar sozinhos

Não, não, não, me deixem só.

Eu quero sair - para viver minha vida sozinho
Eu quero sair - me deixe ser
Eu quero sair - para fazer coisas do meu jeito
Eu quero sair - para viver minha vida e ser livre
Bem, interpretemos agora essa obra-prima de uma forma rápida e resumida:
A música não fala sobre nada menos que LIBERDADE
A liberdade e o não conformismo com os padrões da sociedade são temas que ficam explícitos no conteúdo lírico dessa música, que aliás, só pelo título já dá pra ter uma noção disso.
A música diz que desde que nascemos a sociedade impõe seus padrões e nossos conceitos e valores se formam dentro dos moldes desse padrão, nos impedindo que sejamos realmente livres, tentando nos impedir de desenvolver nossos conceitos e valores por nós mesmos, fazendo com que vejamos o mundo da maneira que ele supostamente deve ser visto de acordo com a sociedade. Nos transformamos assim em seres conformistas e que acham que tudo "tá assim porque Deus quis", sem nenhum senso crítico, apenas mais um robô em meio a todos os outros, e o mais legal disso é que encontramos aqui um ciclo vicioso, pois "os outros" são também robôs idênticos a nós e criados com o mesmo propósito.
Agora, vosso querido Mr. Tavar pergunta a você meu caro amigo, qual seria esse propósito?
 http://2.bp.blogspot.com/-RaWpCJ625rw/Ta2Mja2DaGI/AAAAAAAAERw/NsStt3nX01s/s1600/interrogacao.jpg
É claro que Mr. Tavar sabe que você, meu caro amigo e leitor, tem a resposta na ponta da língua, portanto, não preciso esperar você responder. O propósito é esse mesmo, o mais óbvio possível: Lucro, dinheiro, money, cash, grana!
Pois é meu amigo, vivemos em uma sociedade doentia em que tudo se trata de lucro, e por esse simpático motivo que a sociedade nos cria como seres educados para fazer uma única coisa: Trabalhar e consumir. 
Sim, ninguém se importa com seu bem-estar, com sua saúde, com sua satisfação. Apenas se importam com suas condições para trabalhar, sua capacidade de gerar lucro para o sistema.
Sim, e é por isso que devemos ser conformistas, pois, quanto menos nos questionarmos sobre nossa situação, nossa posição nessa pútrida sociedade levada pela ganância, menos trabalho damos e assim não perdemos nosso precioso tempo de serviço para refletir.
E se você, meu grande amigo, acabou com um nó na cabeça e não entendeu qual a ligação do Metal com tudo isso que eu falei, voltemos portanto a música. I Want Out da grande banda de Power Metal alemã Helloween (Mr. Tavar recomenda). 
Tudo que eu disse aqui foi um pouco óbvio, mas admito que minha pessoa nunca pensou sobre isso até ter contato com o Metal. Pois bem, agora percebemos a força do Metal não é mesmo?
Podemos dizer então, que o Metal pode nos propiciar liberdade. E a liberdade a qual Mr. Tavar se refere agora é a liberdade de pensamento, liberdade para formar seus próprios conceitos e valores, liberdade para fugir dos padrões da sociedade e ver o mundo com seus próprios olhos.
Mais nada a dizer no momento, apenas reflita sobre tudo o que foi lido aqui.
Hail & Metal Up!
http://api.ning.com/files/MR8Xysi2G0yTptrzOAB1K9rb9RpyiQbKvCuyq*55E2jKvp9oXgCW145bTzEi4u1Wm6VayQkB-yVZm*CKTCHSsN9GFCI7c5LD/DevilHornsKeepitMetal.jpg

Nenhum comentário:

Postar um comentário